quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Dose de infância


" Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça. Não quero amigos adultos nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice! Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou. Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril.!"

Oscar Wilde

domingo, 26 de dezembro de 2010

Boas festas!!!


Então, amiguinhos estou super, mega, maxi, ultra, power em falta com vocês!! Furei com as fotos de sampa, sumi com histórias e contos novos, sem vídeos, sem imagens engraçadass e sem novidades, acabei ficando sem grana e sem visitas!!!! Tá bom, prometo que vou postar coisas bem legais em 2011! Afinal, estou em dívida com vocês e quero logo pagar essa promessa, ô carma! Mas, o fim do ano foi tão corrido que acabei deixando de escanteio o mundinho de morena, hihihiihih... quanto descuido!!!! Podem brigar comigo!!! Fui uma falsa amiga, que vergonha!!!! Mas, eu não esqueci de vocês não, viu!!! Só não dei notícias por um tempo. Para amenizar meu deslize, resolvi passar por aqui bem rapinho para desejar um ano novo de muita paz, luz e esperança para todos vocês, que fazem deste mundo moreno, mais engraçado, mais interessante, mais criativo e democrático!!!! Feliz 2011 para todos e até o ano novo, uhuhuhuhuhu...

Milhões de beijocas,

Morena (Sori)

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Vou mas eu volto!!!!!


Amiguinhos do meu coração saudades enormes de vocês!! Estou numa fase super, ultra, mega power corriqueira... pense numa pessoa cansada, atarefada, ansiosa e sei lá mais o quê??? Pois é... esta pessoa sou eu. Estou sem novidades esses tempos, mas prometo trarei coisas bem legais para vocês!! Ah, eu não falei? Não? Não mesmo? Então pois pois pois... eu vou à SAMPAAAAAAA... uhuhuhuhuhuuh... Êba!!! Trarei super novidades para alegrar esse espaço que está muito chôcho, sem novidades e terrorismos! Tirrarei muitas, muitas, muitas fotos desta odisséia nada chata, kkkkkkkkkkkkkkkkkkk... como se fosse difícil ir a sampa!!!!! Olha lá! Não pense vocês que eu estou de férias não é nada disso!!! Eu vou à trabalho, mas é claro que irei dar uma circulada pela cidade, pois ninguém é de ferro! Por fim fico por aqui, com a promessa de ares novos neste mundinho!! Um beijo e queijo em todos! Fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiii...

Ps: Promessa é dívida, êta lêlê!!!!!

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Cheen & Chong...




Esses caras são muitos bons!!! Morra de rir!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Você se lembra?


Para maiores de 30! Kkkkkkkkkk...

terça-feira, 19 de outubro de 2010

sábado, 16 de outubro de 2010

Sabor 80


Considerando, o ponto de vista social e político, os anos 80 foi uma década cercada de paradigmas, rompimentos e mudanças. Neste período o mundo entra na era da informação, ou seja, o computador cria uma revolução no universo da comunicação, uma vez que o advento da internet possibilita a comunicação em qualquer parte do mundo... quer dizer em quase todo o mundo!!!! Pois sabemos que esta revolução não se expandiu totalmente nem igualitariamente para todos os povos do globo. Contudo não há como não resaltar a sua importância, sobretudo porque estamos falando dos anos 80!!! E justamente neste momento o homem começa a incoorporar definitivamente a natureza.... Bom, mas não vamos ficar aqui falando sobre dominação e incoorporação da natureza pelo homem!!! Só mencionei isso para pontuar que os anos 80 para América Latina foi não um momento muito favorável, visto que a economia latina, principalmente a brasileira passava por períodos de recessão em suas indústrias. Além disso, muitos países latinos encontravam-se em plena ditadura como: Bolívia, Guatemala, Honduras, Argentina, Nicarágua, Paraguai... e o Brasil, que somente em 1984 passou para a ter um regime republicano. Ooobaaaa hoje podemos votar, grande conquista para o povo!!! Como se sabe a década de 80, no Brasil não foi um momento muito fácil para muitos homens e mulheres trabalhadores, que se tornaram naquele período, desempregados por conta da circunstancia economica no qual se encontrava o país, sobretudo as indústrias brasileiras. Lembro-me vagamente que minha mãe repetia constantemente as mesmas palavras... mais parecia um mântra: -o país está em crise, precisamos economizar! Enfrentavamos tempos difícies, isso era notório para qualquer brasileiro de classe média que via seu padrão de consumo afunilar! Meu pai, que é muito chegado a política questionava loucamente a situação financeira no país! Então ler o jornal que é um ato silencioso, na minha casa deixou de ser.... sempre tinha que acontecer as emblemáticas resenhas pós leitura. Afinal, papai havia passado no vestibular de economia e suas discussões prediletas eram política e economia, ou seja, tinha que haver platéia e como só era ele e minha mãe, eu ia lá encher o espetáculo. Acho que aprendi alguma coisa com aquele ato Brechetiniano. Bom, mas eu era só uma criança, que achava tudo fantástico, doce, colorido e new wave como a época pedia... só fazia escutar e ficar com mais dúvidas sobre quem era quem! Minha cabeça ficava confusa!Como uma boa criança, apenas escutava as conversas de meus pais e sua turma de intectuais, professores universitários e pesquisadores discutirem sobre política, ciências e cultura do país e do mundo com muita propriedade e efervescência! Ah, isso eu lembro bastante! Até hoje eu escuto aqueles sons.... sons de vozes e música!Com direito e ao som de Raul Seixas, Geraldo Vandré, Caetano, Gil, Led Zeppelin e Bob Dylan, que meu pai é fã até morrer, barulhos de garrafas de cervejas e taças de vinho, e exentricidades, pois povo doido é povo de faculdade, hihihihiih...eu me deliciava escondida com cigarrinhos de chocolates da pan, chicletes minis e chocolates supresa, só prestando atenção naquelas discussões acadêmicas que não tem fim!! Regadas a boa dose de boemia, ô povo para beber!!! O bom de ser criança é isso... por mais que as coisas não sejam tão boas , ou que o mundo não seja tão justo, como nunca foi, embora espere que seja um dia, essa inocência só perpetua numa imaginação infantil... que não vê maldade em nada, apenas enxerga a beleza que a infância proporciona para toda criança, que pôde ser criança de verdade. Eita saudade que dar!!! Abaixo algumas lembranças das guloseimas inesquecíveis! Se você lembrar de alguma posta nos comentários para aumentar a lista, tá bom? Beijoquitas! Ploc!




Eu sempre quis muito
Mesmo que parecesse ser modesto
Juro que eu não presto
Eu sou muito louco, muito
Mas na sua presença
O meu desejo
Parece pequeno
Muito é muito pouco, muito

Broto você é muito, muito
Broto você é muito, muito

Eu nunca quis pouco
Falo de quantidade e intensidade
Bomba de hidrogênio
Luxo para todos, todos
Mas eu nunca pensei
Que houvesse tanto
Coração brilhando
No peito do mundo louco
Gata você é muito
Broto você é massa, massa

Caetano Veloso

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Resultado de uma noite Hong Kong...

Cerva geladaaaaaaa... para uma noite rock roll!

Movimento couro de rato... não pode faltar nuncaaaaaaaaaaaaaaaa...
Largo dois de Julho, bar Lider, o clássico!

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Campanha adeus boquinha nervosa!!!!


Se você tem mais de 25 anos e não resiste a um bolinho de chocolate, uma bela taça de sorvete, pãezinhos, doces e chocolates a qualquer hora do dia, você já faz parte deste grupo. Sim, sim, sim, senhoras e senhores, você está recebendo um chamado divino!!! Este é um prenúncio para você que já está saindo ou já saíu dos trinta anos!!! Pensem bem e respondam: a sua bundinha não é mais aquela... sempre tão durinha e empinada, que faz a graça da rapaziada na praia? Suas celulites já tomaram seu corpo adquirindo formas indefinidas e deformando suas coxas, ou seja, você já não tem mais controle? Suas estrias tornaram-se marcos territorias que asseguram a existência de um efeito sanfona no passado? Em sua barriga acumula-se um volume protuberante? Creio que você que está lendo este texto agora, esteja um pouco tonta (o) com tantas perguntas filhas da p... ô meus Deus, o que fazer? Acredito que você esteja se reconhecendo diante deste chamado! Sim, minhas caras e meus caros coleguinhas, o tempo passou! Você deu adeus aquele viço de 20 anos e agora está querendo recuperar o tempo perdido! Ainda há tempo, pois temos salvação!Vamos logo! Tem certeza que você vai querer? Não tenho dúvidas! Agora você faz parte de um novo time... o time das mulheres de trinta ou quase trinta que dão adeus as guloseimas que há tantos anos nos faz engordar!!! Venha e junte-se ao movimento adeus boquinha nervosa!!! Você não irá se arrepender! Acredite, se você controlar a boquinha de verdade, aquele jeans tamanho 40 vai te pertencer novamente! Então, o que você está esperando? Corra logo e não perca tempo! Por que o tempo passa... porém mais rápido do que você imagina!!! Aguardo as mudanças e espero novidades das integrantes!!!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Noite Hong Kong...

Noite do terror, quem não quiser que se exploda!!!!
Quem quiser participar tem que ter bom humor, alto astral e não ter hora marcada para chegar em casa... Tem que brindar a noite com uma cerveja bem gelada e quem sabe ver o sol nascer... se é que o goró vai deixar!! Ps: Só pode beber se guentar, por isso nada de vexames com aquelas frases clássicas: - Onde estou? O que foi que eu fiz? Não lembro de nada! Se for assim, esqueça! Agora, se tiver afim... tem que mexer os quadriz igualzinho ao Mike Jager, só não vale ser pé frio que nem ele, viu! Ah, tem que tocar o terror, ser courinho de rato e deixar a noite ser única como se fosse o último dia de sua vida... Então, topas? Por que o sistema é bruto e a vida é curta!! É nós, fui!

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

...

Jorge sentou praça
na cavalaria
eu estou feliz porque eu também sou da sua companhia

Eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge
Para que meus inimigos tenham maõs e não me toquem
Para que meus inimigos
tenham pés e não me alcacem
Para que meus inimigos
tenham olhos e não me vejam
E nem mesmo o pensamento
eles possam ter para me fazeram mal
Armas de fogo
meu corpo não alcançarão
Facas e espadas se quebrem
sem o meu corpo tocar
Cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar
pois eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge
Jorge é de Capadócia

Jorge ben

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Campo em Maragojipe

Terça-feira passada foi um dia daqueles!!! Acordei cedo para fazer um campo no município de Maragojipe com a equipe do Ingá e da UFBA,. adorei a idéia e de cara fiquei amarradona, pois já estava afim de sair daquela rotina de ambiente fechado ar condicionado, muito barulho e janelas escuras. Queria ver gente na rua, gente diferente, outra paisagem, outras cores... tudo, tudo que fujisse ao meu bom e velho cotidiano. Então lá fui eu, feliz da vida... fazer uma viagem corrida, daquelas bate-volta, que você vai e volta no mesmo dia... pense!! Disposição não faltou!!! Agora pense rápido! Pensou? Pensou mesmo? Tá bom, agora eu conto! Que aventura passei para chegar até lá!!!! Só vivênciando para crer! Pensou? Não queira nem pensar nem nunca passar pela mesma situação!!!! Acordar às 5:30 para sair às 7:00 e só chegar as 11:40 para reunião... só para gente doida!!! Como não sou... agora falando sério, sério mesmo!!! Peguei todos os engarrafamentos do mundo, os possíveis e impossíveis para chegar... trânsito em todas as partes: na orla, na paralela, na estrada do Côco, do CIA, na BR, tudooooooooo... Fico aqui me perguntando: - onde cabe tanto carro nesta cidades? Mas a conversa é outras e não vamos discutir transporte urbano. Como, eu estava dizendo... cheguei morta, mortinha da silva, com moleza no corpo e com uma baita dor de cabeça, pois o calor estava insurportável e justamente neste dia não havia brisa. Tudo abafado e eu é claro já morta de fome!!! Esfomeada!? Que nada, fome mesmo!! Lembram que acordei às 5: 00!!! Então fui tomar uma águinha e me recompor, pois o meu trabalho só estava começando!!! Eu tinha que ficar lá, inteira, sentadinha assistindo a tudo e a todos, todas apresentações, uma atrás da outra. E eu tinha estar lá, meu setor tinha sido convidado a participar da reunião, além de acompanhar a apresentação da UFBA, Eu estava representando minha chefe, pire aí!!! Não podia nem fugir, escapar nem pensar, pega muito mal não é? Hihihihiihihih... Bom, para encurtar a história, vou adiantando logo o processo... as apresentações só terminaram às 14:30... o ser aqui que estava morta de fome, com dor de cabeça e com moleza no corpo inteiro aí já viu... fui ficando azul, verde, lilás, laranja, amarela.... virei logo um arco-íris!! Só pensava em comer... qualquer coisa, desde que minha fome passasse, maravilha! Minha barriga roncava horrores e eu, claro já estava até com vergonha, imagine d povo escutar aquele barulho, fiquei logo agitada... kkkkkkkkkkkk... só eu mesmo para passar por isso! Enfim, quando tudo parecia perdido, eis que surge um ser ilumido que nós apresenta o Apolônio, sim ele mesmo... o APOLÔNIO em letras garrafais!!!!! Pensei até que era mentira, mas sim havia um oásis naquele deserto pessoal!!! Eu já estava pensando que era alguma penitência que eu precisar pagar, juroooooooo... mas ir ao APOLÔNIO compensou tudo, verdade, verdadeira! Sem contar que uma boa companhia fez toda a diferença! dei várias risadas e claro meu estômago agradeceu! Agora morram de inveja tá! Porque uma moqueca dessa, fresquinha, maravilhosa, você só encontra lá! Ah, teve cocadas, uma linda paisagem com direito a uma parada em amélia Rodrigues para aproveitar uma feirinha bem legal!!!!
Eu, Luccia, Golde e Silvani
Paisagem lindaaaaaaaa...
Equipe INGÁ e UFBA
Apolonio
Moqueca de Camarão


Moqueca de Robalo
Cocadas

Feirinha em Amélia Rodrigues

Hortaliças

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Fazendo as pazes com a balança e com...


É o que eu espero!! Sim, sim, sim!! Quero chegar no verão inteira!! No famoso shape, hihihiihihihi... Gatinha, no bronze total! Por isso, decidi ser forte e segurar a boquinha nervosa e me controlar de uma vez por todas!!! Confesso, que me entreguei por completo aos pecados da gula e agora tenho que correr atrás do prejuízo. Nada de docinhos, farras gastronômicas no trabalho e chocolates escondidos em plena madrugada! Agora tem que ser pra valer, de verdade, com jeitinho, nada de culpa e sem radicalismos! Nada de reclamar porque passei noites em claro assistindo trilhões de filmes compulsivamente acompanhada de uma maravilhosa barra de chocolate... adoro fazer isso, mas agora tenho que ter limites! Confesso, sou compulsiva por filmes ainda mais se for acompanhada de guloseimas, entretanto eu não tenho mais treze anos não é? Não dá para fingir que o tempo não passou... meu corpo agora é de uma mulher de 29 anos com todas as suas marcas, cicatrizes, manchas de sol, sinais, celulites e tudo mais! Por isso, tenho consciência que não passei por essa vida em vão. Dei-me de presente viver os prazes e os pecados que a vida oferece, mas como tudo tem seu tempo, o meu passou... vivi as coisas que estava afim de viver e agora estou em outra fase. Dizem que quando a lua entra em saturno é um período de emoções fortes, maternais, realismo, de sensações desagradáveis, de muita seriedade, pode ser até um balde de água fria em sua vida... pois é vivi essa fase chataaaaaa, mas chataaaaa que agora quero pular para outro planeta, para o meu mesmo, mercúrio aquele que me traz mudanças boas, alegrias e quem sabe me deixe buscar uma estrela bem grande, para iluminar minhas noites de primavera... enfim, quero viver os meus últimos anos na casa dos 20 de bem comigo mesma, com a vida, com as pessoas, com o mundo... Para chegar aos trinta radiante, por isso preciso suar a camisa, malhar, pedalar... correr... para quando os trinta chegar... eu quero está... ops! Porém nem tanto não é? Neste caso, eu prefiro que o relógio ande mais devagar!!
Texto: Sori

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Ansiedade


Aí, ansiedade que me mata, que me rasga, que me consome até os fios do cabelo...
Que me deixa sem fôlego...
Noites mal dormidas, calafrios, corpo em fogo...
Dor no estômago, garganta seca, lábios ressecados... Unhas tão roídas que nem o toco sobra... Retíra-lhe o sangue, a pele, a cutílica...
Pernas trêmulas, caminhada acelerada...
Respiração ofegante... sorriso sem graça... amarelo
Pele viçosa, com brilho, bochechas vermelhas... A bolsa, as chaves, os óculos, os cabelos esvoaçantes... Tudo tem que caber nas 24 horas... Por isso corro de mais... sofro demais... para chegar mais rápido, mais longe... mais tranquilo... com tempo de sobra...
Está chegando... vai chegar... hoje? Amanhã? Na próxima semana? Quando? Onde? Agora?Já?!
Vai chegar... vai chegar... eu sei que vai chegar, mas tenho que me controlar... tudo tem seu tempo, sua hora... mas pra mim tudo foi há um mês... preciso correr cada vez mais longe!
Mas pra quê tanta pressa?

Enquanto isso... meu corpo fala por si só... na verdade, ele obedece, responde, acata... todos os comandos da mente... Reclama dos meus abusos e desleixos... abusos em tudo e não vou entrar em detalhes... por que sou chegada a uns exageros... não vale confessar... segredo de Estado!

Por isso preciso respirar, gritar de vez em quando, até chorar para liberar a tensão! Depois me recomponho, como se nada tivesse acontecido...
Tomo uma água gelada, daquelas que dói a garganta e me acalmo... Se bem que continuo a contar os dias, as horas, os minutos e os segundos... o que está em jogo é a surpresa, a novidade, o desconhecido, o estranho. Por mim ainda está valendo!
Só que quando chega o tão esperado momento, o instante ... para mim já perdeu a graça... tem que ter uma nova história, deixou de ser novidade.

Passou a ansiedade... não tem mais dor nem tensão... simplesmente acabou... então acabou!
É difícil sair do padrão, da rotina, do roteiro, da zona de conforto, daquilo que nos assegura, que nos dar chão, mas de vez quando mudar as regras do jogo é tão bom... me faz tão bem... me deixa tão corada, juvenil... persona alegre, feliz...

Tento manter o controle, a serenidade, o equilíbrio... mas é bom sentir esse frio na barriga, aquele que faz gelar até a espinha... deixa os olhinhos brilhantes e mãozinhas nervosas

Acho que no fundo gosto dessa ansiedade que me faz sofrer de curiosidade... acho que é isso que faz a diferença da minha vida... Ansiosa para viver tudo tão intenso, tudo tão meu do meu jeito... discreto, virginiano, mas inteiro, por completo... ansioso pra ontem... exagerado...trágico... mas ansioso para hoje, para amanhã e para os que virá!


Texto: Sori

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Hoje estou meio assim... esse poema traduz como estou me sentindo hoje:

Se temos de esperar,
que seja para colher a semente boa
que lançamos hoje no solo da vida.
Se for para semear,
então que seja para produzir
milhões de sorrisos,
de solidariedade e amizade.

Cora Coralina.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Aretha Franklin- Walk on by

Essa trilha não precisa nem comentar...

The Clash- Should I stay or should I go

Trilha sonora que não pode faltar numa viagem

Steel Pulse- Earth Crisis

Trilha sonora que não pode faltar numa viagem

The Clash - Rock The Casbah

Trilha sonora para uma boa viagem

Deep Purple Highway Star

Trilha sonora para uma boa viagem!!!!!

Coisas que não podem faltar numa viagem...

Uma boa trilha sonora;
Um par de óculos escuros;
Um protetor solar;
Um dinheirinho reserva;
Um par de sapatos confortáveis, de preferência aquele que você mais gosta;
Uma boa companhia e disposição para conhecer tudo ao mesmo tempo agora;
Uma paisagem insquecível;
Histórias para contar;
Micos para pagar;
Iguarias para degustar;
Situações inusitadas;
Coisas para comprar...
Ufa! Há tanta coisa que não pode faltar numa viagem... passo dias tentando lembrar de tudo e não dou conta nem da metade!!! a melhor coisa para se fazer é arrumar as malas, botar o pé na estrada para não peder tempo e é claro, ir de coração aberto para uma nova aventura!!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

O meu mês!


Aí, setembro chegou... posso dizer que meu mês chegou de verdade!! Mês que eu nasci, o nono mês, o mês que na Grécia Antiga chamava-se Boedromion, o mês das flores, embora a primavera só comece no dia 23/09, já no finalzinho do mês... setembro tem o quê de especial. Pois o sol já irradia com mais intensidade e as pessoas já andam pela cidade com um ritmo diferente... há um brilho, uma cor, um cheiro novo pela ruas... acho que é por isso que setembro me faz tão diferente, leve, alegre... plena, melhor dizendo. Não sei porque, mas tudo em mim regula diferente... será que minha lua em vênus alterou alguma coisa? Acho que a passagem para uma nova idade mexe comigo e por isso respiro e transpiro de outra forma. Até andar suspirando tem acontecido, como se eu estivesse apaixonada, envaidecida, tomada por uma força incontrolável chamada felicidade. Assim como na canção de Moraes Moreira:

Felicidade é uma cidade pequenina
é uma casinha é uma colina
qualquer lugar que se ilumina
quando a gente quer amar...

Esta espécie de paixão paira sobre mim, como se o mundo estivesse todo colorido, repleto de serpentinas e confetes, ops, não é o carnaval mas é bem assim que me sinto e por isso, justamente neste mês, fico assim... completamente tomada de amor, alegria e paixão. Por que setembro... mexe com minha cabeça...


Eu só quero amor, amor, amor... dentro da minha cabeça!

Texto: Eu, Sori.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Setembro vai ter o quê?




Muita coisa, inclusive meu aniversário!!! Hehehehhehe... E claro, o show de Otto!

Setembro

Dia 12
MÚSICA: OTTO
Conhecido como uma figura representativa da nova geração de músicos brasileiros, o cantor, com a participação especial de Fernando Catatau, da banda Cidadão Instigado, mostra o espetáculo do seu novo CD "Certa manhã acordei de sonhos intranquilos". A abertura fica por conta do Ministéreo Público com a inspiração dos sound systems e Do Amor em sua exuberância criativa dentro da música alternativa.
Horário: 18h30
Ingresso (inteira): R$ 30, (primeiros 2 mil ingressos) e R$ 40,(demais ingressos)

terça-feira, 17 de agosto de 2010

O maior ladrão de sobras...


Aí que soninho...

Eu sou tão danado...

Eu sou bastante esperto, sacou?

Tem vezes que eu faço coisa errada, eu roubo comida do lixo de casa...

Aí, minha mãe me coloca de castigo, só um pouquinho...

Eu fico triste só um pouquinho. Afinal, eu sou tão feliz, tão amado pela minha família, que esqueço tudo rapidinho!


Zequinha, o terrível!
Não guenta ouvir um bater de panelas que corre logo para cozinha. Esse aí não brica em serviço!

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

O Bahia e eu. Quase carne e unha.

Então, durante muito tempo foi assim. Foi, porque a vida é dinâmica, inexoravelmente (perdão pela verborragia). Sempre alimentei grande paixão por esse time de futebol, desde a 'mais tenra idade'. É uma relação difícil de explicar. Geralmente alguém nos influencia a torcer por algum time .Com o passar do tempo a escolha pode ser alterada. Não foi o meu caso... A minha atitude em relação ao Bahia sempre foi muito passional, a ponto de chorar e me irritar profundamente com qualquer fato que considerasse contrário aos meus sentimentos. Minha Mãe se preocupava com a minha integridade física : achava que eu podia 'ter um troço' devido às raivas que eu tomava quando o time perdia. Para mim, era o 'máximo' ir à Fonte Nova dia de domingo de tarde, depois de ter 'batido um feijãozinho', ver o Meu Bahia estraçalhar os adversários, como se fosse um circo Romano, embora às vezes ele fizesse o papel do cristão... Com o tempo, veio uma certa 'lucidez': a gente vai se informando e percebendo quanta safadeza existe 'fora de campo'...aí torna-se inevitável mudar o ângulo com que se observa o assunto. A gente não pode sofrer em demasia por algo que escapa ao nosso controle, como é o caso da relação time-torcedor. Os homens que comandam, os chamados 'cartolas', tomam as decisões que acham mais viáveis, sem considerar os pontos de vista do torcedor; isso geralmente dá em 'água-de-barrela' para o lado mais fraco, o pobre do torcedor. È tanta malandragem que há no mundo...e com o futebol não haveria de ser diferente... Mas, assim como ocorre entre pessoas, a paixão parece incontrolável...enxergam-se todos , ou quase todos, os defeitos do outro; se reconhece até mesmo os próprios, mas não se deixa de gostar...a não ser que algum fato 'gravíssimo' manche a relação...se é que existe 'fato grave' na óptica do apaixonado...a ponto de destruir a união... É claro que me aborreço se o Bahia (Bóra Baêa!!!) perde; mas eu 'tento' não me deixar afetar quando isso ocorre; há tantos outros interesses em jogo...eu fico p., mas deixo passar... Independente de quão bem ou mal esteja o rendimento do meu time, de qual divisão ele esteja fazendo parte (pode ser na 10ª...), eu sempre estarei torcendo por ele, porque nem mesmo a seleção me desperta o entusiasmo que o tricolor me dá! O Bahia (abstraindo todas as pessoas ruins), pertence ao mesmo plano das minhas preferências: animais, música boa, silêncio, água fresca, jogo de Xadrez, um livro interessante, o verde ... E assim, 'la nave va'...

José Roberto Costa, mais conhecido como Zé é bacharel em engenharia civil pela Universidade Federal da Bahia (1992).Atualmente integra o corpo técnico do Ingá. na coordenação de Planejamento de Recursos Hídricos. É um tricolor rôxo, boa praça. e bom de prosa, isso quando o mesmo é estimulado. Prosa boa garantida para o final do expediente.Uma pessoa calma, gentil e de coração bom. Ótimo colega para todos e de paciência invejável. Aos nossos berros: Zéeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee...

Novidades e novo colaborador

Olá amiguinhos e coleguinhas! Como todos sabem, o espaço morenaeseumundinho é um local aberto, democrático, sobretudo livre para que todos expressem suas ideias, pensamentos, opiniões e dicas, de forma que este ambiente se torne cada vez mais especial. Para tanto resolvi convidar alguns amigos para participarem deste local como uma troca de experiências e visões... deixando a palavra correr solta e o pensamento livre. Contudo, sem esquecer da boa crítica e de uma dose de humor. Aos novos mundos, as boas vindas!

Fazendo um bom churrasco!



Um bom churrasco deve ser preparado na churrasqueira com o carvão em brasa e em abundância!Se você quiser comer um churrasco igual aos servidos nas melhores churrascarias aprenda que não é só comprar boa carne para fazer um bom churrasco... não se pode economizar no carvão, sob o risco da carne sair sem a suculência que é tradicional naqueles churrascos feitos por profissionais. Então qual é o mistério? Na verdade não é um mistério, são três dicas, ou melhor soluções: a temperatura, o tipo de carne e o cortes; quando colocados para assar ou depois de assado, um bom o churrasco faz toda diferença!

Vamos as dicas:

A temperatura do carvão deve ser alta, até que alcance uma temperatura ideal para se fazer churrasco;
Depois, o carvão deve estar em brasa. Nada de economizar carvão colocando só um pouquinho e colocando a carne sobre o fogo. O risco que se corre é ou da carne queimar e virar carvão, ou da carne demorar para assar e perder água (o churrasco pode ficar seco)
Para evitar isso o carvão deve está em estado de brasa que é mais quente, fazendo com que a carne se feche na sua superfície retendo o suco dentro dela;


Dependendo do tipo de carne que você quer fazer, é melhor colocar a peça inteira ou ela cortada. Por exemplo: maminha e fraldinha devem ser feitas a peça inteira. Picanha e alcatra devem ser cortadas em bifes grossos, e o corte dessas carnes NÂO deve acompanhar a linhas da carne! Ok;


Quanto ao corte: a carne depois de assada também influencia na maciez então seu corte vai interferir no gosto, ou seja, o gosto com que a carne vai ser saboreada;

Se o churrasqueiro cortar a favor da linha da carne, o mesmo terá uma carne mais dura para comer. Se pelo contrário o corte for feito contra a linha da carne e com uma inclinação de 45º a carne ficará muito mais macia, suculenta e saborosa.


Coloque em prática essas dicas e depois me convide para saborear um bom churrasco!


Roberto Maximiano Pereira
Todo o Poder emana da informação e da formação!

Sobre nosso colaborador

Roberto Perreira, mais conhecido como Bob's é bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Federla de Juiz de Fora (1999) e mestre em Economia epla Universidade Federal da Bahia (2007). Atualmente é pesquisador da UFBA/CNPq e Consultor do INGÁ. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Industrial. Atuando principalmente nos seguintes temas: Bacia do Rio Paraíba do Sul, Cobrança pelo Uso da Água, Lançamento de Efluentes, Impactos Econômicos, Matrizes de Relações Intersetoriais. Nas horas vagas é arteiro em chefe de cozinha, nas outras blogueiro e em todos os momentos vascaino convicto!