quinta-feira, 18 de junho de 2009

AmiZade


Uma boa companhia faz toda diferença!!!!

TédiO


Estou entediada, afff.... Não me suporto! Continuo gripada e sem ânimo, completamente letárgica. Os meus atos estão condicionados, vocês já podem imaginar! Na verdade não sou eu, mas o meu corpo. Eu não estou aqui vocês já perceberam. Eu rabugenta e impaciente?Jamais! Deve ser meu eu lírico brincando comigo. Será? Quero ir para casa, quero ir para rua, quero sumirrrrrrrrrr... Quero uma cama macia, é isso, eu preciso de uma cama confortável e de um bom cochilo e tudo irá melhorar. Sem graça não é? Também acho! Foi o meu eu lírico brincando comigo. Até a próxima viagem!

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Não a impOsiçÃo!


Proibição ou imposição? A ditadura do anti-tabagismo está tomando proporções alastrantes... Antes de sair de casa assisti uma reportagem sobre a nova lei anti-tabagista que passou a vigorar no município de São Paulo. Fiquei assustada com os tipos de proibições que foram impostas; como não poder fumar nos playgrounds dos edifícios ou em áreas antes reservadas para fumantes em locais abertos dos shoppings centers. Não concordo com imposições, mas sim com a liberdade de escolha. Acho que o corpo é um lugar sagrado, por isso acho que meu corpo é o meu templo, mas posso fazer dele o que quizer e não preciso que outras pessoas digam para mim o que devo fazer com o mesmo. Não sou fumante, acreditem! Sou filha e nora de fumantes. Mesmo consciente dos males que o cigarro produz, ainda sim acredito que cada um tem o direito de escolha, e não deve ser uma lei ou outras pessoas que devam conduzir os atos alheios. Existem diversos tipos de drogas que fazem tão mal ou até pior que o cigarro como o álcool, a cocaína, o crack, os traquilizantes, entretanto, estas discussões sempre foram desviadas, sobretudo conduzidas ao senso cumum, ou seja, o verdadeiro problema nunca foi debatido com sensatez. Sejamos realistas, a humanidade sempre utilizou algum tipo de droga ou psicotrópico como queiram chamar, mas o seu uso nunca passou despercebido. Então, caros leitores não se assustem com minha opinião, mas eu acredito sempre... Na liberdade de escolha.

terça-feira, 16 de junho de 2009

O mundinHo pequEno!


Êta mundinho pequeno! Êta, êta, êta!!!! O incomodomo geral da nação! É isso, mexou com eles mexou com o mundo! Como pode um país ditar regras para todos, como? Que droga de poder é esse? Alguns dias escuto em diversos noticiários o drama das eleições do Irã e do "medo" que seu armamento nuclear tem afligido os United States ou EUA. Pieguices a parte e muito sensacionalismo, o fato é que os norte americanos usam seu discurso para "comover "nações amigas (Reino unido, França, Itália...) no discurso de que o Irã desrespeita a sansão da ONU com a produção de usinas e armamentos nucleares. Mas me digam, quem é a ONU? Quem a controla indiretamente ou diretamente?Que as influencia? Me digam? Sinto muito, mas minha comoção não haverá. Sei que armamento nuclear é um assunto delicado, mas existem ações muito mais complexas que esta e muitas já foram feitas. Vamos testar um exemplo? Começamos pela invasão ao Irã na década de 70 e sua imposição política e cultural sobre a população. Esqueçeram? As mulheres começaram a vestir calças jeans e as crianças a tomar coca-cola, esqueceram? Sim? Pobre memória fulgaz! Vamos para a década de 90 e a invasão ao Iraque, o tal "inimigo", os donos do petróleo. Lembram? Viamos o alvo ao vivo, mísseis, bombas... Não virão? O espetáculo ao vivo! Dava até para entender sobre bandas pan cromáticas dos satélites, dos radares, sem falar que o uso do infravermelho virou o assunto da semana. Mas é claro que o progresso mundial era necessário e o inimigo precisava ser demolido. Só que não foi dessa vez! Novamente, uma nova missão inusitada, desta vez no século XXI, a ameaça agora era o regime Talibã, Bin Laden e Sadan, só que dessa vez a casa de Sadan caiu literalmente. Os norte americanos impuzeram sua democracia libertadora aos flagelados da guerra Afegã. E mais uma vez, sua invasão os "salvou" de uma vida injusta e miserável. Será? Que eu me lembre nada mudou, ou estou enganada?! Agora, os mesmos "perceberam" duas ameaças vigentes, a Corréia do Norte, comunista e o Irã, produtor de armamentos nucleraes. Assim sendo, o discurso agora é que seu exército deverá proteger o mundo de tal ameaça. Mas a sua imposição não ameaçou muitos mundos, muitos povos? Povos palestinos e judeus se degladiaram as custas de suas armas, do seu financiamento, guerrilhas em países africanos são custeadas com dinheiro norte americano, a Corréia do Sul reproduz o consumo e a exclusão do capitalismo americano... Então, amigos me desculpe. Prefiro as ameaças dos iraquianos, correanos do norte, africanos, palestinos... Eu prefiro! Pelo menos, eu vou dar a chance de outra nação impor seus valores, idéias, mesmo que errôneas ou insensatas, pelo menos eu vou dar a chance ao outro de se mostrar.

CaReTa


Caretas para tristeza, para o mau humor, para gente hipócrita, disimulada, cara de pau, para injustiça, para a pobreza, para arrogância... Caretas para infelicidade! Sábio esse menino, hihihihihiihh...

segunda-feira, 15 de junho de 2009

UmA bOa garGalHada



"Através do humor nós vemos no que parece racional, o irracional; no que parece importante, o insignificante. Ele também desperta o nosso sentido de sobrevivência e preserva a nossa saúde mental." (Charles Chaplin)

A gRipe me pegOu de jeiTo






Que dia meu deus! Acordar com aquela sensação de quem não dormiu... É assim que me sinto... Mole, enferma, mal humorada, chataaaaaaaaa... Também duas noites perdidas a base de muito álcool não há corpo que resista. Agora, eu reclamo da dor de garganta, do nariz escorrendo e do meu próprio mal humor, mas faria tudo de novo... Ah, eu faria!!! Reencontrei amigas queridas e fomos para um show. Dançamos, bebemos, rimos tanto que quase fiz xixi nas calças! Falamos muito... Maluquices, besteiras, fofocamos e o tricô correu solto que dava para fazer uma colcha! Claro que não faltou a sessão desabafo, nossas angústias, dores e crises não podiam ficar de fora... Mas sempre com uma boa dose de humor, isto é de praxe! As coisas por mais dolorosas que sejam devem ser encaradas com leveza, classe e jogo de cintura, por isso fazer piadas com nós mesmos nos leva a novos olhares para um mesmo problema. Por isso o bom humor não pode ficar de fora, nem muito menos estragar nossa noite. Foi isso que fizemos. Rimos... rimos muito! A noite toda foi assim, divertida como sempre! É assim quando nós nos encontramos, sempre foi, nada mudou por completo. A nossa energia continua a mesma... Parecemos adolescentes... E como é bom ser adolescentes! Como é bom ser mulher, ser amiga, mãe, professora de Biologia, geógrafa, turismóloga, sei lá... Como é bom ser diferente, ser parecido, mas nunca igual... Como é bom ter amigos!!!! Nossa, que noite incrível! Como viajamos no tempo! Senti-me com uns 17 anos... Aprontamos literalmente! Foi bom me sentir assim... Sentir-se viva, sentir-se mulher, desejada, querida... Está certo, já estou quase casada, sou feliz, bem amada, mas é bom fazer programas com as amigas... É bom falar mal dos homens ou elogiá-los quando não estão por perto! É bom ser elogiada por outros homens, é bom ser livre, é muito bom ser você sem medo!O mais legal é perceber que você é a mesma, com quilos a mais tá certo, mas a mesma, só um pouquinho mas careta até a quarta latinha de cerveja... A mesma em essência e princípios... Ser você vale muito a pena! Queridas leitoras, isto é para vocês!!! Sejam livres, sejam mulheres, sejam sempre vocês!!! Acreditem, dêem uma folga para vocês!!! Manda o namorado, o marido, o amante, o ficante... Coçar o saco! Faz bem para ele e principalmente para sua pele, seus cabelos e sua unhas agradecem, para o ego também, é infalível!! Ufa, e não é que meu mal humor passou! Até a próxima! Tchauuuuu!

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Um DiA DiFeReNtE


Olá caros leitores, ando muito sumida não é? Esse corre-corre me deixou sem tempo para poder escrever para vocês. Já estava com saudades, acreditem!!!! Final de semestre é sempre uma loucura total. Mas e vocês como estão? O que fazem? Também estão na correria, sem tempo para se coçar ou quem sabe tomar um sorvete ou melhor uma cerveja bem gelada na esquina? Pois é, hoje eu resolvi fazer isso!!!! Nada de missão abortada, nem preguiça ou sonolência, hoje eu quero tirar férias... Decretei uma noite sem rotina! Agora, quanto as férias... Eu até tenho que agendar as minhas e simplismente esqueci de fazer isso!!! Pode? Para vocês verem como eu ando com a cabeça... Hihihihihiihih... Nem das férias eu estou lembrando! Amanhã, eu prometo que resolvo isso urgente!!!! Mas quanto a hoje... Ah!!!! Hoje... Hoje eu só quero amor... amor... amor... dentro da minha cabeça... Mas amanhã? Amanhã é um outro dia, tudo volta a sua rotina, ou como diria uma velha amiga... Todo dia a mesma coisa!!! Hihihihihih... É a vida !!! Até a próxima amiguinhos!!!!